R. Monteiro de Melo, 448 - Lapa - São Paulo

(11) 3499-0981 | (11) 99495-9227 / (11) 99495-3930

Cárie: saiba identificar desde o início

A cárie, é a doença bucal mais comum entre a população que não realiza a adequada higiene de seus dentes e gengivas. Quem nunca precisou ir ao dentista para tratar uma cárie?

Muitas pessoas têm cáries não tratadas e não sabem disso por falta de um diagnóstico. Apesar de muito habitual, a cárie pode ser facilmente identificada e tratada, se diagnosticada precocemente. E as causas que levam ao aparecimento da doença, são simples de serem evitadas. A orientação profissional realizada na consulta odontopediátrica faz mudanças motivacionais que auxiliam o paciente não ter recidivas cáries após realizar o tratamento. O que é a cárie? Há diversas etapas no processo de desenvolvimento da cárie, desde a desmineralização do esmalte dentário, causado por ácidos produzidos por bactérias presentes na boca. Depois, todo alimento consumido pelo paciente fica retido dentro da cavidade formada no dente e inicia-se um apodrecimento e deteriorização interna das estruturas dentais. Como identificar? A cárie em estágio inicial pode não apresentar nenhum tipo de sintoma. Isso dificulta o diagnóstico. Porém, geralmente, apresentará sensibilidade ao açúcar e alimentos frios ou quentes maior que o comum. A sensação de dor pode aparecer quando a cárie está mais avançada. Verificar a ocorrência de manchas brancas ou amareladas e buracos: a desmineralização, enfraquece estruturas do esmalte para furar inicialmente a parte mais dura do dente. Essas manchas tendem a evoluir para pequenos buracos, que podem dificultar, inclusive, o uso do fio dental. Na região interdental a cárie faz com que o fio dental desfie ao passar pela área afetada. Qualquer mudança na coloração do dente ou mau hálito devem ser informadas ao dentista. Caso sejam identificados estes sintomas, é imprescindível consultar um dentista. Somente o profissional poderá avaliar o quadro e confirmar ou descartar o diagnóstico de cárie e, em seguida, dar início ao tratamento. A cárie não melhora sozinha em casa! Tratamento O tratamento dependerá da profundidade em que se encontra a cárie e do quanto a desmineralização afetou a estrutura do dente. Em casos mais simples e superficiais, uma restauração preventiva é um procedimento é rápido. Não espere a cárie evoluir pois pode causar dor nas crianças e dificultar o atendimento. Caso a cárie tenha comprometido a parte central do dente e esteja em processo avançado de progressão, poderá ser necessário um tratamento de canal. Isso ocorre porque a polpa do dente foi atingida de forma irreversível e é necessário cuidar do interior do dente com a Endodontia. Ambos são procedimentos simples para eliminar a cárie, que acabam com as dores e o desconforto. Porém, existe uma forma ainda mais eficiente de combate: a prevenção. Prevenção Cárie: saiba identificar a doença desde o início. Uma boa higiene oral traz múltiplos benefícios. Para que a higienização seja feita corretamente, é necessária uma rotina de limpeza que inclua: uso do fio dental, escovação e de enxaguantes antissépticos. Para escovar, recomenda-se a utilização de um creme dental adequado conforme a idade da criança. O ideal é que isso seja feito após cada refeição ou, após se alimentar deve sempre limpar os dentes e especialmente, antes de dormir. Assim, evita-se o acúmulo de placa bacteriana nos dentes, diminuindo as chances de ocorrência de outras doenças bucais.

Endereço

Rua Monteiro de Melo, 448 (entre a Rua Clélia e Coriolano)

Lapa - São Paulo

CEP: 05050-000

Telefones

(11) 3499-0981
(11) 99495-9227
(11) 99495-3930

Horário de Funcionamento

Segunda à Sábado, das 9h às 12h30, e das 13h30 as 18h

Entre em contato conosco via Whatsapp para agendar uma consulta.

Entre em contato via Whatsapp
Close and go back to page